4i20todahora ''

set. 28

quote Preciso de segurança, de amor, de compreensão, de atenção, de alguém que sente comigo e fale: Calma, eu estou com você e vou te proteger! Nós vamos ser fortes juntos, juntos, juntos.

Caio Fernando Abreu. (via inativar)
set. 28

quote Sou esquecida, sempre fui assim. Nunca consegui acordar no meio da noite para tomar um remedio, nem tão pouco comer de três em três horas. Sempre deixei o máximo de tempo o celular sem carregar, nunca passei protetor solar certinho. Não como nada direito, começo uma dieta na segunda e termino na segundo a noite. Eu não sou de me cuidar. Mas tô sempre de unha feita, depilação em dia, sobrancelha alinhada, perfume bom, aparelho bem cuidado, cabelo meio que lavado. Coisas tão artificiais. Mas eu sempre estou, por dentro até que tento. Mas eu não sei me cuidar, nem mesmo amor próprio foi capaz de me fazer parar de ir ao hospital por dores, acusando minha postura errada. E dores no estomago, apontando a quantidade de besteira que como por dia. A verdade, é que eu não sei me cuidar, se não fosse a manicure, o dentista, o cabelereiro, eu não faria nada. Se não fosse minha mãe, eu não comeria, não me trataria. Mas o pior de tudo, é saber que por mais que eu seja desleixada, eu ainda quero cuidar de você.

— Tua-Idiota, júlia pestana. (via tua-idiota)
set. 28

quote Cara, eu sou muito diferente dela. Todo mundo diz que eu sou todo errado para ela e ela toda perfeita pra mim, mas cara, ela também erra, ela também escorrega, também cai. E eu me vejo nos erros dela, parece que ali, naquele erro tem um pouco da gente, ou sei lá, eu me lembro de algo que se eu parar para pensar, dói. Mas velho, como eu não sou o cara para ela? Eu tentei ser o melhor para ela. A esperei, dei escolhas para ela. A deixei ir, e ela voltou. Porque então eu não sou o perfeito para ela? Cara, eu a vi por mais de três meses com o mesmo garoto, reclamando de falta de atenção, de palavras dele, de indiferenças no relacionamento. Porque então eu não sou o cara para ela? E porque ele? Logo ele? Ele não a manda mensagens, não se preocupa. E eu? Eu acordo pensando nela, acordo querendo ela, tentando ligar. Você sabe quantas vezes eu já liguei para dar boa noite á ela e ela simplesmente estava na outra linha com ele? Sabe o que é abrir os olhos e enxergar os dela mesmo ela não estando na minha frente? Sabe o que é suar frio de medo? E agora me pergunta se é medo de perder se eu não a tenho. Sabe quantas vezes eu a chamei de amor enquanto ela me chamava de idiota? Sabe quantas vezes eu disse que a amava e ela apenas me mandou calar a boca? Cara, eu a ajudei. Eu suportei tanta coisa, porque logo eu, o perfeito para muitas, não sou o melhor para ela? E porque todo mundo me olha como se eu fosse a fazer mal? Cara, eu tô com ela aqui dentro, nos meus pensamentos, meus sonhos. Sabe quantas noites eu perdi por ela? Quantas amizades eu já deixei de lado? Foram muitas velho, e isso me machuca. Eu fico na minha, eu engulo. Mas machuca demais, só que cara, porque eu não sou o perfeito para ela? É o meu cabelo? Meu estilo? Minha idade? O que é, cara? Me diz, porque eu mudo. Eu quero mudar, para que depois disso, eu a tenha. Só para fazer de mim, perfeito para ela.

— Porque eu não sou perfeito? — Tua-Idiota. (via tua-idiota)
set. 28

quote E agora te vendo dormir, mesmo dormindo, tu é linda. Do teu lado na boa, levo a vida com mais gosto, levanto da cama vou pro banheiro pra lavar o rosto. O dia prosegue perfeito, as dez horas ja estamos de pé. Você tomando um banho e eu preparando café. Requeijão, manteiga, vitamina, pão e queijo, você me olha de toalha eu te agarro te dou um beijo. A gente briga, discute discorda mas mesmo assim. Eu gosto de você e você gosta de mim. Eu te prometo uma vida com hora boa e com hora ruim. Não prometo final feliz pois não quero que tenha fim. Te prometo a lua, assim que ela aparecer. Não prometo muito dinheiro, mas o que dê pra viver. Te prometo uma casa que seja perto do mar pra fim de tarde irmos juntos a areia pra caminhar. Eu prometo que to contigo pro que der e vier. Te prometo dormir na rede com direito a cafuné. Prometo te dedicar cada sessão de improviso. Não prometo só lagrimas, mas a vida não é só sorriso. Prometo que eu vou tentar te deixar menos nervosa e quando fizer merda, compro dois buquês de rosas. E se ainda assim tiver nervosa, minha rainha inconstante, te faço massoterapia com incenso hidratante. Te prometo cada batida do meu coração. Prometo, teremos problemas mas nunca sem solução. Promessas a parte, ficaremos sempre assim, eu gostando de você e você gostando de mim

— Oriente, para as dama. (via tua-idiota)
set. 28

quote — Cara, sabe o que eu vou fazer?
— O que?
— Comprar um manual, sério.
— Manual de que Lucas? Ficou maluco?
— Um manual, chamado ” 50 dicas para ser o namorado da Bárbara Pestana. ”
Ela começa a rir. — Idiota.
— Sério, se tivesse uma coletânea sobre você, cara. Tu do nada fica quieta, me trata mal, fica com ciúmes, reclama. Uma hora gosta, na outra odeia. Uma hora quer, na outra não. Uma hora é grossa, na outra chora por eu ser.
Ela ri. — Mas eu me entendo, ué.
— Ah é? Então pera, deixa eu pegar caneta e um papel e você me fala e eu escrevo, certo?
— Tanto faz, Lucas.
— Ai, começou. Boa pergunta. O que fazer quando você disser: Tanto faz, Lucas?
— Diga que me ama.
— Ok, próxima. E quando você me chamar de babaca? O quê fazer?
— Diga que me ama.
— Tá, e se você me bater?
— Repita que me ama.
— E se chorar?
— Diga chorando que me ama.
— E se sentir dor?
— Sinta junto comigo, e diga que me ama.
— E se disser que eu não te amo?
— Brigue comigo.
— Brigar?
— É, Lucas.
— E pra quê isso?
— Pra me mostrar que me ama.
— Mostrar?
— É Lucas, porque quem ama, fica depois de uma briga.

— Tua-Idiota. — Manual do namorado perfeito, seu namorado perfeito. (via tua-idiota)
set. 28

quote Eu sonhei com você, não ri, não me zoa, não diga que estou apaixonada, mas eu sonhei com você. Foram mais ou menos quinze minutos de sono, que consegui planejar como tudo seria. Lembro que marcamos as 14:00 da tarde no shopping, e que você chegou as 14:10. Eu estava lá, sentada ao lado da minha mãe olhando de segundo em segundo para cada lado da rua para tentar te achar. Mas você é do contra, veio pelo meio. E em minha direção vinha andando e trêmulo, arrumou o cabelo. Vi que estava com vergonha, afinal, a temida sogra estava ao meu lado. Nos levantamos e eu olhei para cima, percebi que era mais alto que eu e que seus olhos estavam brilhando. Não deu para disfarçar, eu estava feliz. Minha mãe, por sua vez se apresentou e perguntou seu nome. Você chegou perto de mim, entrelaçou os braços em minha cintura e sussurrou em meus ouvidos que eu estava linda. Sua mãe buzinou e me deu um tchau, meio que aliviada de ter te deixado junto a mim. Você encarou minha mãe e se apresentou. Falou idade, nome completo, o que fazia da vida, numero do CPF, carteira de identidade e até a ficha na polícia. Ela sorriu, viu que estava te assustando. Então apenas me puxou, me abraçou e lembro que me deu cinquenta reais. Perguntou para mim se estava bom ou precisava de mais, mas você retrucou dizendo que hoje você me bancaria. Eu disse que não e minha mãe sorriu. Disse que iria embora e que era para você cuidar de mim. E ali, você se sentiu o cara mais sortudo do mundo, disse que cuidaria de mim como se eu fosse uma jóia, que para você, eu era mesmo. Nos despedimos dela e fomos para aquela fila imensa do cinema, você me olhou e tentou por mais de duas vezes beijar-me, mas fracassou. Eu virava o rosto ou simplesmente começava a falar, e era incrível, sua mão ainda estava em minha cintura. Você tentou novamente ganhsr um beijo meu e eu, novamente não dei. Você já estava irritado, parecia que tinha se cansado de meus charmes. Mas foi ai, que eu senti segurança de te beijar. Eu te chamei, você virou e eu por minha vez, coloquei minha mão em seu rosto e de leve te beijei. Foi um beijo rápido, meigo e carinhoso. Mas foi depois que acabou, que abri os olhos e te vi sorrindo. Segurei sua mão e te puxei, apenas dizendo enquanto você ainda mantia os olhos fechados do beijo: — Vem, o filme vai começar.

— Tua-Idiota, um passeio ao shopping dos meus sonhos. (via tua-idiota)
set. 28

quote Cara, eu sou muito diferente dela. Todo mundo diz que eu sou todo errado para ela e ela toda perfeita pra mim, mas cara, ela também erra, ela também escorrega, também cai. E eu me vejo nos erros dela, parece que ali, naquele erro tem um pouco da gente, ou sei lá, eu me lembro de algo que se eu parar para pensar, dói. Mas velho, como eu não sou o cara para ela? Eu tentei ser o melhor para ela. A esperei, dei escolhas para ela. A deixei ir, e ela voltou. Porque então eu não sou o perfeito para ela? Cara, eu a vi por mais de três meses com o mesmo garoto, reclamando de falta de atenção, de palavras dele, de indiferenças no relacionamento. Porque então eu não sou o cara para ela? E porque ele? Logo ele? Ele não a manda mensagens, não se preocupa. E eu? Eu acordo pensando nela, acordo querendo ela, tentando ligar. Você sabe quantas vezes eu já liguei para dar boa noite á ela e ela simplesmente estava na outra linha com ele? Sabe o que é abrir os olhos e enxergar os dela mesmo ela não estando na minha frente? Sabe o que é suar frio de medo? E agora me pergunta se é medo de perder se eu não a tenho. Sabe quantas vezes eu a chamei de amor enquanto ela me chamava de idiota? Sabe quantas vezes eu disse que a amava e ela apenas me mandou calar a boca? Cara, eu a ajudei. Eu suportei tanta coisa, porque logo eu, o perfeito para muitas, não sou o melhor para ela? E porque todo mundo me olha como se eu fosse a fazer mal? Cara, eu tô com ela aqui dentro, nos meus pensamentos, meus sonhos. Sabe quantas noites eu perdi por ela? Quantas amizades eu já deixei de lado? Foram muitas velho, e isso me machuca. Eu fico na minha, eu engulo. Mas machuca demais, só que cara, porque eu não sou o perfeito para ela? É o meu cabelo? Meu estilo? Minha idade? O que é, cara? Me diz, porque eu mudo. Eu quero mudar, para que depois disso, eu a tenha. Só para fazer de mim, perfeito para ela.

— Porque eu não sou perfeito? — Tua-Idiota. (via tua-idiota)
set. 28

Mulher de verdade é safada sim, gosta que peguem na bunda, e de falar besteira no ouvido do homem, gosta de ser pegada de jeito e gosta de homem que as excite e nem por isso são vadias ou vagabundas, mulher de verdade é safada, porem com um homem só.

set. 28

quote Daqui a uma hora ele chega. Não deu tempo de consertar o esfolado da minha unha e de esfoliar decentemente os pêlos encravados. Esfolado, esfoliado. Tudo parece música e rima mas é só porque você chega em uma hora. Tem um carro que passa lá longe, enquanto eu tento abrir os olhos e encarar esse dia em que você chega. Esse carro não sabe, mas foram mil anos abrindo os olhos e ouvindo carros e ouvindo ruas e não ouvindo a sua voz. E agora a sua voz existe e você chega em uma hora. Não estou pronta. Minha barriga dói. Eu tenho vontade de vomitar. Eu não consigo comer de tanto medo que eu estou sentindo. Eu quase desmaiei agora de manhã, porque pra piorar está calor. Não lido bem com calor. Não lido bem com nada que não seja eu em minha bolha arejada de imaginações. Mentira, não lido bem com minha bolha arejada de imaginações também. Não lido bem com nada. Não deu tempo de virar mulher. A hora que ele aparecer no desembarque do aeroporto, com sua cara de homem, com sua voz de homem, eu vou ter vontade de pedir que ele volte de onde veio e espere mais cem anos. Porque não deu tempo de eu virar mulher. Eu vou ter vontade de pedir que ele me carregue no colo até a casa da minha mãe e me entregue pra ela. Eu queria tomar sopa na casa da minha mãe. Eu lembrei agora que minha mãe me dava Sustagem quando eu ficava assim, tão assustadoramente encantada pelo mistério das coisas. E ela temia que eu desintegrasse. E agora? Como faz quando se é adulta? Qual é a sustagem de agora para que eu não desintegre? Como é que se ama com um corpo de trinta e três anos se por dentro eu tenho cinco anos e estou tremendo, apavorada, pressentindo o estrago que as coisas de verdade podem causar. Por que eu chamo de estrago quando sei que, na verdade, estrago é o que as coisas que não são de verdade causam. Eu tenho tamanho pra suportar o tamanho das coisas de verdade?O amor chega em uma hora e eu ainda não consegui comer, escolher a roupa, arrumar minha franja, decidir se já posso amar. O amor chega em uma hora e vai quebrar meu gesso mas eu não decidi se os ossos já estão bons o suficiente. Mas ele vai chegar com trinta martelos e eu vou estar esperando, forte e decidida, pra receber a porrada. E o ar que vai entrar. E mais dor. E o ar que vai entrar. E quem sabe então alguma felicidade, já que fui corajosa. Quem sabe a felicidade seja a harmonia entre a dor e o ar que entram pelos poros que temos coragem de abrir? E quem sabe só o amor seja o martelo possível?Escrevo isso e choro. Porque quero tanto e não quero tanto. Porque se acabar morro. Porque se não acabar morro. Porque sempre levo um susto quando te vejo e me pergunto como é que fiquei todos esses anos sem te ver. Porque você me entedia e dai eu desvio o rosto um segundo e já não aguento de saudade. E descubro que não é tédio mas sim cansaço porque amar é uma maratona no sol e sem água. E ainda assim, é a única sombra e água fresca que existe. Mas e se no primeiro passo eu me quebrar inteira? E se eu forçar e acabar pra sempre sem conseguir andar de novo? Eu tenho medo que você seja um caminhão de luz que me esmague e me cegue na frente de todo mundo. Eu tenho medo de ser um saquinho frágil de bolinhas de gude e de você me abrir. E minhas bolhinhas correrem cada uma para um canto do mundo. E entrarem pelas valetas do universo. E eu nunca mais conseguir me juntar do jeito que sou agora. Eu tenho medo de você abrir o espartilho superficial que aperto todos os dias para me manter ereta, firme e irônica. Minha angústia particular que me faz parecer segura. Eu tenho medo de você melhorar minha vida de um jeito que eu nunca mais possa me ajeitar, confortável, em minhas reclamações. Eu tenho medo da minha cabeça rolar, dos meus braços se desprenderem, do meu estômago sair pelos olhos. Eu tenho medo de deixar de ser filha, de deixar de ser amiga, de deixar de ser menina, de deixar de ser estranha, de deixar de ser sozinha, de deixar de ser triste, de deixar de ser cínica. Eu tenho muito medo de deixar de ser.Agora é menos de uma hora. Você vai chegar e automaticamente minha agenda de milhares de regras e horários e controles vai desaparecer. E eu vou ficar apavorada porque só o que eu tenho é o contorno mentiroso que eu dou para os meus dias. E você, porque me abraça e me dá outro desenho, é o vilão da minha vida programada. Você é o tufão de oxigênio que invade meu nariz mas, porque estou com tanto medo, mais parece falta de ar. Agora é menos de menos de uma hora. Preciso terminar esse texto. Mas eu tenho medo, sobretudo, de terminar esse texto. Sobre o que eu vou escrever se você for melhor do que esperar por você?

O amor chega em uma hora. Tati Bernardi  (via re-novada)
set. 28

quote - O que você quer?
- Na real? Eu quero poder te ver logo, ter você perto de mim, nem que seja por alguns minutos. Seria o tempo de eu poder te abraçar bem forte e dizer olhando no seu olho o quanto eu te amo e o quanto eu te quero comigo.

Jéss l re-novada (via re-novada)